A Judiciarização da reforma agrária

Title

A Judiciarização da reforma agrária
A Judiciarização da reforma agrária

Description

A luta pela reforma agrária tem recebido atenção da mídia, especialmente, pela violência dos enfrentamentos entre os diferentes atores do histórico conflito fundiário. Todavia, a história também tem mostrado que um desses personagens tem sido massacrado por meio de mortes e matanças anunciadas. Esses são os trabalhadores rurais sem-terra, que há séculos têm lutado pela terra sem terem conseguido, no entretanto, realizar plenamente os seus objetivos. Neste texto, iniciamos uma reflexão a respeito de uma questão que vem se destacando nos conflitos fundiários: a judiciarização da reforma agrária. Discutimos as diferentes respostas que o Poder Judiciário tem dado às ações do Movimento do Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), com o objetivo de contribuir com o debate a respeito da questão da reforma agrária
The fight for land reform has received attention of the media, specially, because of the violence in the confrontation between the different actors of the historical land property conflict. However, history has also showen that one of these characters has been massacred by the means of announced death and killing. Those are landless rural workers, that for a long time fought for the land without succeding in accomplishing they objective.. In this text, we start a reflection about the question that is outstanding in the land property conflict: the action of the judiciary system in the land reform. We discuss the different answers that the Judiciary system has given to the action of the Movement of Landless Rural Workers (MST), with the objective of contribuing to the debate about the land reform question

Source

GEOUSP Espaço e Tempo (Online); v. 1 n. 1 (1997); 35-39
2179-0892
1414-7416

Publisher

Programa de Pós-Graduação de Geografia Humana e Programa de Pós-Graduação de Geografia Física

Date

1997-04-24

Identifier

10.11606/issn.2179-0892.geousp.1997.123223

Output Formats

Compartir

Position: 14226 (43 views)